Ana Margarida D'Assis

Joana Fradinho da Silva Gonçalves nasceu a 27 de dezembro de 1977 numa bela vila, Cascais. Em 1999, adoptou o pseudónimo Ana Margarida D’Assis.

Nesse mesmo ano, um poema intitulado “Não há cais, como Cascais” assinado pela autora foi selecionado para integrar uma Antologia da Fundação Pedro Falcão em Cascais.

Depois de uma pausa significativa na divulgação do seu trabalho, mas sempre acompanhada pela poesia, Ana Margarida D’Assis volta em 2015, com poemas divulgados em antologias publicadas por diversas editoras, entre elas Chiado Editora, Edições Hórus, Pastelaria Studiolivros, Editora Sinapsis, Editora Modocromia, Editora António Vieira da Silva e, por fim, editora Editora Orquídeas.

Com a leitura do conto “A Fada Oriana” de Sophia de Mello Breyner despertou o gosto por escrever contos. Surge assim o seu primeiro conto, “A Borboleta que não sabia voar”, a 30 de Junho de 2011, agora publicado com ilustrações.

Entre, a escrita e a publicação do seu primeiro conto, foi escrevendo outros contos ainda não publicados.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.